05.02.07

Ser poeta é sonhar,

Viver a vida ao pé do mar

Ser poeta é tentar ser feliz

Querer o que ninguém quis…

 

Ser poeta é ser livre

Ser livre é ser

Passivo…

E ser passivo é ser expressivo…

 

Ser poeta é escrever o que se sente, é ser sensível.

 

Ser poeta é ser livre

E ser livre é ser expressivo

Porque ser expressivo

Não é ser agressivo.

 

Ser poeta é poder voar

Não ter limite,

Nem onde parar.

 

Ser poeta é poder ganhar asas,

E saber que se pode voar,

Ser poeta é nunca parar

De pensar.

Ser poeta é ser inteligente.

É ser solitário, e ser gente.

 

Ser poeta é ser livre,

Saltar de um avião,

E fazer queda livre!

 

Ser poeta é poder voar

Na imaginação

Sonhar com verdadeira emoção

 

Ser poeta é ser livre

Poder escrever e dançar

Viver como que vive…

É nunca parar…

 

Ser poeta é ser sensível

É sentir o que os outros não sentem

Ser poeta é ser inteligente

Dizer o que as palavras não mentem.

 

Ser poeta é ser como o sol,

Que dá a luz ao girassol,

E alegria ao caracol.

 

Ser poeta é ter imaginação, é rever as mágoas do coração.

Os alunos do 7ºA 

publicado por ML às 22:43

Blog do 7ºA/8ºA/9ºA
mais sobre mim
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27


arquivos
2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


Trabalhos dos alunos: Andreia
Trabalho de pesquisa
View SlideShare presentation or Upload your own.
Diana
EçA De Queirós
View SlideShare presentation or Upload your own.
pesquisar
 
Banda desenhada sobre o conto "A Aia"

Ficou célebre:

Roberto : Ainda não viu este filme, "stora"?
Prof.: Claro que não! Não gosto de violência gratuita!
Roberto: Mas este não é desses! Eu paguei o DVD!

Estamos a ouvir:
Desde Outubro de 2008:
Frase favorita:

“O professor pensa ensinar o que sabe, o que recolheu nos livros e da vida, mas o aluno aprende do professor não necessariamente o que o outro quer ensinar, mas aquilo que quer aprender.”

lamento... peço desculpa por não valorizarem o meu trabalho, peço perdão por vos tentar ensinar aquilo que não querem aprender, lamento fazê-los acordar e reagir para a vida... sinceramente, arrependo-me por procurar sempre uma saída, por me esforçar para vos dar motivação por perder tempo e esgotar as minhas palavras, sem mágoas... Dedicar-me-ei a quem o merece!
blogs SAPO